FATORES MOTIVACIONAIS PARA PRÁTICA DA EDUCAÇÃO FÍSICA EM UMA ESCOLA DA ZONA RURAL

Maike Antunes Pereira Laia

Resumo


O objetivo do estudo foi investigar fatores motivacionais para prática da Educação Física numa escola da zona rural. Trata-se de uma pesquisa quantitativa do tipo descritiva, realizada numa escola do distrito de Belizário, Muriaé – MG. A amostra foi constituída por 105 estudantes, de 12 a 19 anos, sendo 58,1% do sexo feminino. Os alunos responderam os questionários em horário de aula cedido por professores de diferentes disciplinas. Aplicou-se o questionário sobre a motivação para as aulas de Educação Física, proposto por Kobal (1996). Ao finalizar este estudo notou-se que os estudantes de ambos os sexos em sua maioria se sentem mais motivados intrinsecamente por atividades novas e que os levem a se empenhar ao máximo, e se sentem desmotivados quando as atividades são elaboradas de uma maneira que não possibilite a eles o tempo adequado para realizar tudo o que gostariam. Extrinsecamente os estudantes se sentem mais motivados por terem de tirar boas notas e se sentirem integrados ao grupo e o fator que mais os desmotiva é quando alguns colegas querem demonstrar que são melhores que os outros. Observou-se que somente em duas alternativas, em questões referentes a motivação extrínseca, sendo elas “sinto-me melhor que meus colegas” e “meu rendimento é melhor que o dos meus colegas” o sexo masculino demonstrou índice de motivação superior ao do sexo feminino.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2020 Revista UNIFAMMA

ISSN: 1677-8308 (impresso), ISSN: 2358-6265 (online)

e-mail: revistaunifamma@unifamma.edu.br