MOTIVAÇÕES E EXPECTATIVAS NA REALIZAÇÃO DE INTERCÂMBIO ACADÊMICO EM ESTUDANTES DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA

Fernanda Silva Teodoro, Júlio Eduardo Ornelas Silva, Pedro Antônio de Melo

Resumo


O intercâmbio acadêmico insere-se no contexto da globalização pelo qual os países vêm passando, com maior intensidade, a partir do século XX. Além da troca de mercadorias e fluxo financeiro entre as nações, a globalização é uma oportunidade, também, para a troca de conhecimentos e experiências, sendo uma oportunidade às nações em desenvolvimento, de ter contato com inovações, por meio de seus cidadãos. As Instituições de Ensino Superior possuem o papel de principais fomentadoras do intercâmbio acadêmico, ao oferecer estrutura para a recepção de estrangeiros, ou auxiliar a ida de seus acadêmicos ao exterior. De forma a conhecer os fatores que podem influenciar no intercâmbio acadêmico, este artigo objetiva conhecer as motivações para a escolha do país e do programa de realização do intercâmbio, as expectativas e se foram concretizadas ou superadas. Caracterizando-se como essencialmente qualitativa e descritiva, a pesquisa ocorreu por meio de um estudo de caso na Universidade Federal de Santa Catarina, com a aplicação de questionários acadêmicos de um curso de graduação, que após, foram analisados à luz das teorias sobre Internacionalização. Como resultados, foi possível observar que o aprendizado de uma língua estrangeira é a principal motivação para a realização de um intercâmbio, e, consequentemente, compõe as expectativas dos acadêmicos. Em geral, as expectativas foram atendidas ou superadas, sendo que as experiências internacionais enriqueceram o currículo dos acadêmicos.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2019 Revista UNIFAMMA

ISSN: 1677-8308 (impresso), ISSN: 2358-6265 (online)

e-mail: revistaunifamma@unifamma.edu.br