CORRUPÇÃO COMO ENTRAVE PARA AS NEGOCIAÇÕES EXTERNAS E O DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO INTERNO DO PAÍS

Autores

  • Tayná Kethellen Santiago Rego
  • Rosilene Nogueira Gonçalves

Resumo

O presente projeto visa analisar desde os prelúdios da corrupção até seus reflexos na atualidade. Para tanto, desenvolve-se uma pesquisa de caráter teórico bibliográfico, uma vez que se parte de pesquisas de obras, periódicos artigos e materiais eletrônicos. A corrupção se caracteriza por ser um grande óbice à economia interna e externa do país e ainda que o ordenamento jurídico venha se desdobrando para encontrar soluções a respeito deste problema, não obteve êxito, evidenciando que o tema deve ser encarado como sintoma de profunda fragilidade institucional e não apenas um mal provindo da sociedade. A Inteligência Artificial logrou grande expansão neste século, mas, ainda não se tornou a ferramenta mais eficaz para limitar o alto poder discricionário daqueles que regem a máquina pública, ocasionando assim a não efetividade das políticas públicas desenvolvidas para esta finalidade. A partir do presente estudo, através da utilização de dados estatísticos e citações de renomados constitucionalistas, é possível atingir um olhar mais preciso da crise provocada pela corrupção, seus detrimentos tanto diretos como indiretos, onde se localizam seus efeitos e qual é o papel da sociedade diante destas situações.

Publicado

2021-08-27